Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2018

Porque algumas pessoas evitam envolvimentos emocionais

Tenho notado que algumas pessoas  vem apresentando enorme dificuldade em encontrar um relacionamento saudável. Este post tem como finalidade refletir sobre o que está acontecendo, sem a pretensão de esgotar o tema, que exige muito mais estudo.




O mundo está mudando numa rapidez vertiginosa, levando a pessoas a se preocuparem com seu bem estar material, antes do afetivo-emocional. Falar de amor, hoje em dia, parece algo patético. Mesmo quando perguntamos o que as pessoas esperam em seus relacionamentos, a resposta em geral, apresenta um viés materialista: as pessoas procuram por pessoas que agregue algo, mas que possa se sustentar.
O avanço das tecnologias, que proporcionou o surgimento das redes de relacionamento, trouxe justamente a possibilidade de escolher pessoas pelo perfil, o que já limita bastante as escolhas.
Mesmo quando se conhece alguém fora das redes sociais, é comum verificar se o "nível" do outro é compatível, pois ninguém quer correr o risco de se relacionar com o…

Quando você não consegue aceitar seu parceiro como ele é

Quando você não consegue aceitar seu parceiro como ele é


Dizem por aí que o amor é um estado de leveza, que proporciona alegria, bem estar, colaborando para a melhoria da saúde emocional dos parceiros. O bem estar psicológico promovido pelos comportamentos afetivos favorece a manutenção da saúde física, ajuda no desenvolvimento social e profissional.


Porém, isto nem sempre acontece: em alguns casos, as relações afetivas se transformaram em "ringues", onde as trocas se transformaram em disputas, e a rivalidade entre os pares se faz presente em praticamente todos os momentos.


Em outros casos, há uma tendência em adaptar o parceiro (ou a parceira) ao seu modus vivenvi, ignorando sua singularidade.
Por exemplo: gostar da pessoa, mas exigir que não use certas roupas, ou desdenhar de seu corte de cabelo, pode ser interpretado como a não aceitação do outro. As adaptações exigidas podem ser consideradas tentativas de "enfiar o parceiro (ou a parceira) no leito de procusto"
O…