Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2019

Término de relacionamento. Por que a superação é tão difícil?

O rompimento das relações afetivas provoca sofrimento comparado ao luto: falta de ar insônia, palpitações, taquicardia, são sintomas que tendem a surgir quando um indivíduo é rejeitado.
El fuego me recorre el cuerpo- el dolor de amarte. El dolor me recorre el cuerpo con las llamas del amor que siento por ti. La enfermedad del amor por ti me inunda el cuerpo. El dolor es como un furúnculo a punto de explotar de mi amor por ti. Consumido por el fuego de mi amor por ti. Recuerdo lo que me dijiste. Pienso en tu amor por mí. Me desgarra tu amor por mí. Dolor y más dolor. ¿Dónde te vas con mi amor? Me dicen que te irás de aquí. Me dicen que me abandonarás. Mi cuerpo está entumecido de dolor. Recuerda lo que te he dicho, mi amor. Adiós, mi amor, adiós". (Fisher, p. 11).
Mas porque isto ocorre?
O amor é articulado com as funções cerebrais por meio de dois hormônios que respondem pela estimulação sexual: a vasopressina nos homens e a ocitocina, nas mulheres. Estas substâncias favorecem a for…

Vamos falar sobre sexualidade?

Vamos falar sobre sexualidade?
Quando falamos sobre relacionamentos afetivos, não podemos deixar de falar sobre sexualidade, que é um ingrediente importante em qualquer relação. O tema é tão importante que é destacado na mídia, porém, nem sempre com o respeito que merece.
Sexualidade pode ser definida como a relação que o indivíduo tem com o próprio corpo e a forma como se relaciona com o corpo do outro, incluindo emoções eliciadas durante este contato.


Apesar da enorme exposição do tema nas mídias e nas redes sociais, percebe-se que poucas vezes o assunto é abordado com a seriedade que merece. Infelizmente, existe uma tendência a banalizar a sexualidade humana, reduzindo-a a genitalidade.

Para Freud ( apud Bertozzi, 1993),  a libido do ego é canalizada para um objeto (de desejo),  e toda a energia do ego será empenhada na busca pelo prazer.
No entanto, observa-se que a busca pelo prazer (a qualquer custo), em alguns casos, supera a necessidade de estabelecer vínculos afetivos, levando alg…

Os limites do perdão

Os limites do perdão
O perdão é uma atitude difícil  de conceituar e mais difícil colocar em prática.


Não vou entrar no mérito do perdão religioso, pois esta via não me compete discutir. Vou tratar do perdão no senso comum, para facilitar o entendimento.


Os limites do perdão. Até quando devo perdoar? Até o seu limite particular.


Até o ponto que você não estiver se violentando, ou se forçando para conviver com alguém que tem potencial para fazer outras maldades. Até o ponto em que sua ansiedade se tornar num transtorno, numa obsessão
No entanto, as características BOAS DO RELACIONAMENTO devem ser colocadas na balança, afinal muito se perde quando descartamos uma relação boa por causa de um único erro, cometido, as vezes, irrefletidamente.

O que é perdoar?
Etimologicamente, o verbo perdoar tem origem no verbo perdonare (do latim vulgar). Em uma leitura do Glossarium Mediae et Infimae Latinitatis ,[...] é possível notar que inicialmente os significados do verbo perdonare (mas não os únicos) s…

Psicióloga | Psicólogos | Psicoterapia | Terapia em São Paulo | Psicológa Online | Convênio Bradesco, Amil, Sulamérica

Se chegou aqui, certamente busca um consultório de psicologia, uma psicologa ou psicologo, psicoterapia, para o tratamento de sua ansiedade, depressão, estresse, ciúme, dificuldade de relacionamento, terapia de casal, terapia infantil, etc.
As pessoas normalmente procuram terapia quando: Quando Procurar terapia? Sentem que não são amadas;  Têm dúvidas sobre questões existenciais;  Apresentam dificuldades de relacionamentos ou de convivência social;  Vivenciam conflitos familiares;  Percebem que estão se comportando de "maneira estranha ultimamente"  Os sentimentos ruins (raiva, tristeza, medo) começam a dominar o cotidiano;  Sentem dificuldades em aceitar a si mesmo, seja no que concerne à aparência física, ou ao comportamento;  Têm pensamentos intrusivos e/ou perturbadores;  Sentem um "Vazio";  Apresentam dificuldade de relacionamento (afetivo, social, profissional e familiar) Apresentam comportamentos compulsivos;  Precisam tomar decisões difíceis;  Precisam sim…

Dependência Emocional: o que é e como lidar

Dependência Emocional: o que é e como lidarPensar na pessoa amada é esperado.  Desejar sua presença é natural.  Depender é problemático.






Existe diferença entre agir com o outro e depender do outro para agir.

A dependência afetiva é um estado subjetivo que se apresenta como "amarras" emocionais. Parece que “falta o chão” quando a figura de importância se ausenta, mesmo que por um curo espaço de tempo, ou demonstra algum desinteresse.

Existe uma grande diferença entre agir com o outro e depender do outro para agir.



Perfil do dependente afetivo:


Em geral, é aquele indivíduo que não desenvolveu sua autonomia afetiva de forma adequada. 

Costumeiramente depositam a tomada de decisões de sua vida pessoal nas mãos do outro (escolha de roupas, corte de cabelos, cursos, etc).


É comum que não meçam esforços para agradar o outro, chegando ao ponto de sofrer prejuízos, para obterem pequena ou nenhuma gratificações.

Na sua concepção, um relacionamento saudável é aquele onde um vive somente para o o…

O amor verdadeiro

Amor = Paixão + intimidade + comprometimento
Este tópico tem por finalidade sintetizar  de forma aproximada, o que se entende por amor, porém sem a pretensão de esgotar o assunto que é extenso e contraditório.





Amor: sentimento ou emoção?
Pesquisas recentes (Fredrickson, 2013) apontam que o amor é considerado como uma emoção. Da mesma forma que o medo e a raiva, e não é possível senti-lo o tempo todo, ficando sujeito às modificações do contexto.
Para a pesquisadora Barbara Fredrickson, o amor não é duradouro e sim um micromomento de conexão com outras pessoas.  As evidências sugerem que quando você realmente tem um ‘clique’ com alguém, uma sincronia momentânea, mas discernível, emerge entre os dois, conforme os gestos, a bioquímica e as descargas neurais, se espelhando um no outro em um padrão que denomino ressonância de positividade. (Fredrickson, apud Araia, 2014).Graças a ação de substâncias como a noradrenalina, que favorece a criação de memórias, é possível estender esta sensação de be…