Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2016

Dificuldade de Relacionamento

Por que algumas pessoas apresentam mais dificuldade em se relacionar que as outras? Aquilo que para alguns é tão natural, para outras é um pesadelo.








O tema não é fácil e abre diversas possibilidades de entendimento. 


A proposta aqui não é esgotar o assunto, mas ao contrário, buscar novas formas de entendimento.

Alguns indivíduos preferem abster-se do convívio social, isolando-se ou buscando apenas relacionamento na internet, onde não precisam se expor com totalidade, podendo "deletar os indesejáveis" quando bem entender.



A dificuldade de relacionamento pode ser entendida de várias formas:




1.Dificuldades nos relacionamentos afetivos
Se um indivíduo apresenta dificuldades no momento de estabelecer contato ou aproximações, mas não em outros contextos, pode significar apenas uma forma leve de timidez se não houver prejuízos. Entretanto, se esta limitação impossibilita vivenciar situações gratificantes, é importante verificar quais são os aspectos da história do indivíduo que determina…

Mecanismos de defesa: uma leitura Behaviorista

Engana-se aquele que acredita que o behaviorismo ignora os sentimentos. Não ignora.Apenas muda o foco, buscando as variáveis responsáveis pelos mesmos. Skinner afirmava que "a ênfase do sentimento recai sobre aquilo que é sentido" (1969, p. 284).

Sendo assim, também não ignora as teorias que tratam dos sentimentos.. apenasfaz uma leitura diferente. Vejamos:

No livro "Ciência e comportamento humano" (2007), Skinner faz inúmeras colocações acerca dos conceitos psicanalíticos, que, já em sua época, eram bastante difundidos para serem ignorados.Em momento algum de sua obra, o teórico behaviorista desmerece os conceitos psicanalíticos, limitando-se a fazer uma leitura mais funcional dos mesmos.

Na página 410 da citada obra, Skinner explicar suscintamente os mecanismos de defesa propostos por Sigmund Freud:

Repressão -  comportamento de reprimir suas tendências agressivas, em virtude de punições anteriores. "a repressão é bem sucedida se o comportamento for tão eficient…

A Vergonha

"Viver, e não ter a vergonha de ser feliz" (Gonzaguinha)
Embora seja um sentimento pouco abordado dentro da psicologia, é um tema que permeia muitos comportamentos e exige uma reflexão.



O que é a vergonha?

De acordo com alguns teóricos, o sentimento de vergonha pode ser entendido como o sentimento de inadequação perante pares. Explicando: A vergonha surge quando:


O indivíduo teve uma frustração pública; ou quando foi humilhado na frente de outros; ou quando é exposto a alguma situação considerada vexatória.Existem muitos tipos de vergonha. Algumas normais, outras patológicas.
Normal Podemos citar como normais aquelas que "tiramos de letra" e conseguimos rir no momento em que ocorre. Aliás, a capacidade de rir de si mesmo é algo extremamente saudável, uma vez que põe o indivíduo em contato com seus sentimentos, legitimando seus comportamentos "inadequados". Por exemplo. suponhamos que você esqueceu a carteira e não tem como pagar a conta do restaurante; é uma si…

A Síndrome do Ninho Vazio

Um dia os pais tomam um choque: percebem que seus filhos estão cada vez mais se tornando donos de seu nariz. Para alguns casais, isso é um choque, para outros nem tanto, enfim, cada um percebe a situação de acordo com os valores que trouxeram consigo ao longo da vida.

Especialmente para algumas mães esse momento é muito difícil, porque elas foram educadas para educar; criar filho seria a meta, o objetivo principal da vida. Esse pensamento, ainda está um tanto quanto arraigado em nossa cultura notoriamente cristã e machista. Digo cristã porque a figura da mãe santíssima [ainda] é o ícone de muitas mulheres; o espelho da mãe sofredora, onde todas as mulheres deveriam se espelhar.
Digo que deveriam porque, os tempos mudaram, e muitas mulheres estão literalmente abolindo esse modelo de mãe perfeita da sua vida. Só que quando optam por esse modelo oposto, se deparam com um sentimento de culpa.

Qual seria então a alternativa? Como encontrar o meio termo entre "a mãe castradora" ou a …

O normal e o patológico

O normal e o patológico A normalidade:
"Será que eu sou normal?" é a pergunta clássica da maioria das pessoas que procuram atendimento psicológico.
A resposta, dentro do âmbito de atuação da Psicologia não é simples uma vez que requer a análise de múltiplos fatores.
O primeiro fator é a ser levado em conta é idiossincrático, ou seja: um indivíduo é considerado normal ou patológico em relação a si mesmo, por mais que seu comportamento destoe dos demais (na maioria dos casos que não envolvem psicopatologia). 
Por exemplo: uma oscilação de humor básica é absolutamente normal, e desejada na maior parte dos casos. Quando alguém está feliz, mas lembra de algum evento estressor, seu humor tende a mudar. Isto não é patológico; é normal e esperado, afinal somos capazes de modular nosso humor de acordo com o contexto.
Outro exemplo são das pessoas que "choram a toa, sem motivo aparente". Será que este choro é a toa mesmo? Será que as lágrimas não seriam a manifestação de algo muito…

psicologa convenio bradesco

Psicóloga Convênio BradescoConheça meu trabalho Psicoterapia é um investimento emocional, ao qual você tem direito garantido por lei.

Atendimento a Pacientes Sulamérica O atendimento Psicoterápico de clientes de Convênios é feito por Reembolso. É direito do segurado realizar até40 sessões de terapia por ano.  Cada seguradora tem um procedimento diferente, mas todas reembolsam  em até 20 dias.
 O que é reembolso

É a restituição financeira ao segurado, das despesas médicas e hospitalares, garantida pela LEIda LIVRE ESCOLHA(Agência Nacional de Saúde- ANS -Resolução 338) e está prevista no ROL DE PROCEDIMENTOSE EVENTOS EM SAÚDE 2016, RESOLUÇÃO NORMATIVA - RN Nº 387, DE 28 DE OUTUBRO DE2015.Agendamento de 1ª consulta psicológica grátis: (11) 9-9984-9910.Email: Psicologamaris@gmail.comou se preferir Preencha este formulário
Consultório: Rua Domingos de Morais, 770 – bloco 01 – sala 05 Sobreloja -Vila Mariana - sp -São Paulo – 05 minutos a pé do metro Ana Rosa
Horário de atendimento:  Segunda a sexta…